seta

19 postagens no blog

Eleições batendo as portas

23/07/2018 19:56

Eleições batendo as portas.

Depois de tantas chibatadas no lombo do brasileiro  vem ai mais uma oportunidade para ele mudar  o velho sistema de escolha dos seus representantes e governantes . Mas nada vai mudar, não agora!                                                                                                                                                                                                                                                                 

Acompanho politica desde muito jovem e até hoje não vi mudanças significativas no perfil do eleitor brasileiro que permanece alienado, com raras exceções. Uma ou outra vez em algum ato são capazes de ensaiar uma reação que não vai além daquela performance para a mídia e  poses para suas redes sociais ou para defender interesses próprios.                                   

Os nomes de candidatos começaram a surgir, é assustador. Novas roupagens nos velhos e ultrapassados discursos do,  “ vou fazer...”, “vou mudar...”.  E lá, de plateia, de papagaio de pirata os mesmos aproveitadores e sanguessugas que vivem de governo em governo, batendo palmas. Nada de novo no velho curral eleitoral brasileiro.                                                       

Mas a chiadeira é geral, ninguém está contente com os governantes, em todos os níveis, nem com a classe política já completamente desmoralizada. Foram anos e anos de gestões desastrosas com consequências graves na vida do cidadão brasileiro.  E novamente uma oportunidade de mudanças será oferecida ao eleitor, que, diferente do eleitor de alguns anos atrás, não pode alegar falta de informação, com tantas disponíveis, literalmente em suas mãos, basta um toque para acessá-las em seus smartfones ou Tvs. Mas tudo será como antes, o voto será dado pelos mesmos motivos de sempre, é da índole do brasileiro.                                                                                                                                                                                 

Vejam só o poder que o voto tem e do estrago que pode causar para uma nação: começando da  Era Sarney, ( Tancredo foi eleito e ele assume sem os compromissos de campanha e fez o que fez, ),  depois Collor, eleito com voto popular e deposto sem terminar o mandato, (pula FHC e Lula – que concluíram com razoável aprovação)  e vamos aos exemplos da Era Dilma e Temer,  o prejuízo  é irreparável. Sem politicas públicas, sem investimento em educação, “mais da metade do eleitorado (54%) nem sequer chegou a terminar o primeiro grau – na melhor das hipóteses. São mais de 72 milhões de eleitores dos quais se pode presumir que tenham ínfima ou nenhuma capacidade de formar juízo sobre as grandes questões nacionais que estão em jogo numa sucessão presidencial. Não é por outra razão que as campanhas se limitam a tangenciá-las. Predomina o repertório de promessas em torno das necessidades elementares da população. No conteúdo e na linguagem, a pauta da disputa se orienta pelo mínimo denominador comum, reduzida à alternativa manter ou mudar.” (Estadão).                               

Muitos já sentem na própria pele as consequências dos seus atos na hora do voto, há uma onda pelo voto consciente mas ainda, com otimismo,  vamos aguardar uma ou duas gerações para que efetivamente haja mudanças,  até lá temos que conviver com esse modelo do toma lá, da cá.  Há esperanças!

 

Hugo Taques - Historiador e fotógrafo

                                                                                                                                                                                    
 
seta

Direito Autoral

03/07/2018 19:38

Eu pretendia escrever um artigo sobre o tema e quando vim para a web para pesquisar sobre a lei de direitos autorais, mais precisamente a Lei 9.610/98, Título III, Capítulo II, onde no  Art. 24. enuncia: "São direitos morais do autor: I – o de reivindicar, a qualquer tempo, a autoria da obra; II – o de ter seu nome, pseudônimo ou sinal convencional indicado ou anunciado, como sendo o do autor, na utilização de sua obra; (...)"; acabei encontrando esta publicação que, de forma bem legal,  traduz a minha angustia em ver fotos de minha autoria serem publicadas sem os devidos créditos (com ou sem autorização minha). 

COMO CREDITAR IMAGENS (E SER UMA PESSOA MAIS LEGAL)

"Não é de hoje que esse assunto me acompanha (e me incomoda um pouco). Acho que a maioria das pessoas que tem um blog/site  acha importante divulgar o trabalho de pessoas criativas e inspiradoras. Mas sempre me impressionou o fato de que, nem todo mundo se dá o trabalho de dar o devido crédito para imagens encontradas na web. Como se essas imagens estivessem ali na sua pesquisa do Google, esperando para serem usadas na sua montagem incrível nas suas publicações.

O mais curioso é que muitas dessas pessoas que usam imagens não creditadas em seus blogs/sites, reclamam  quando  o seu conteúdo foi copiado por outra pessoa. A meu ver, a lógica deveria ser: se você não gosta de ter seu conteúdo plagiado, deveria dar muito mais atenção para as imagens que compartilha nas redes. Afinal, por trás dessas imagens bonitas que você tem usado, existe um autor não creditado (e que certamente está se sentindo tão ultrajado quanto você).

Guia Básico do Crédito Amigável ou Como Ser Legal Online

A verdade é que dar crédito dá um pouco de trabalho, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Com um pouco de coerência e boa vontade todo mundo consegue alcançar esse nível de iluminação e se tornar uma pessoa mais legal (online, pelo menos). ;) 

Cenário 1: eu sei quem é o autor da imagem e o link para a publicação original.

Esse é o melhor dos cenários. Você tem todas as informações necessárias para dar o crédito direto e levar o seu leitor para a publicação original (perfeito, caso ele queira informações adicionais). Exemplo prático:

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | imagem de Sunday Suppers

Foto da Karen Mordechai, do Sunday Suppers

Cenário 2: eu sei quem é o autor e o link original, mas vi a foto em um outro local.

É bem comum acontecer isso, achar uma referência bacana através de outro site. O ideal aqui é indicar não só a fonte original, mas dizer também onde você encontrou a informação inicialmente (em outras palavras, seja legal e divulgue suas fontes, afinal, você não encontrou a imagem sozinho). Exemplo prático:

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | foto do Will Adler, via A Cup of Jo.

Foto do Will Adler, via A Cup of Jo.

Cenário 3: eu não tenho nenhuma informação sobre a imagem, não sei de onde ela veio.

Você quer usar uma imagem, mas o local onde você a encontrou não informa o link original. Ou você já salvou essa imagem no seu computador e não se lembra de onde tirou. Entre no Google Images e arraste a imagem até o local solicitado (você também pode colar a url da imagem ou enviar uma imagem do seu próprio computador).

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | procurando as fontes das imagens no Google ImagensComo Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | procurando as fontes das imagens no Google Imagens

O Google vai exibir uma lista de páginas que já publicaram essa imagem anteriormente. Se você tiver sorte, a fonte original vai estar entre as primeiras sugestões (como aconteceu com o exemplo acima, que usei para ilustrar o cenário 2).

Mas pode acontecer (e acontece MUITO) do Google listar um monte de tumblrs e outros sites que também publicaram a imagem sem creditar a fonte. Nesse caso, como você é brasileiro e não desiste nunca, sugiro persistir um pouco até encontrar uma boa alma que tenha publicado a fonte original. Ou desistir dessa imagem e passar para a próxima. O mundo está cheio de gente talentosa, que merece ser mencionada e linkada#justsaying

 

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | imagens do Pinterest, Tumblr, We Heart It, Google e outros repositores

Cenário 4: eu encontrei a imagem no Pinterest (ou no Tumblr, no We Heart It, ou no Google), posso creditar esses sites?

Pelo amor dos deuses, não. Nada me deprime mais do que uma imagem creditada como “via Pinterest” e derivados. Todos esses sites são repositórios de imagens e não são responsáveis pelo conteúdo compartilhado. Caso você tenha encontrado uma imagem em um desses locais, sem o link-back para a fonte original, considere passar pelo processo do cenário 3.

Uma alternativa que eu tenho visto em alguns blogs é linkar a sua própria conta do Pinterest como fonte das imagens. Por exemplo, você faz uma montagem bacanuda de “Decoração Minimalista” no blog e informa que todas as imagens estão publicadas na sua pasta “Decoração” do Pinterest. Mas isso só é válido caso TODAS as imagens publicadas no seu Pinterest levem para as fontes originais das imagens. Senão é só mais uma maneira preguiçosa de fingir que está creditando (e ainda levar as pessoas para o seu feed do Pinterest). #estamosdeolho

 

Cenário 5: eu encontrei a imagem no Flickr.

Flickr é um pouco diferente dos demais repositórios de imagens. Ele é uma plataforma de armazenamento de fotografias, em que cada usuário é responsável pelo nível de privacidade das suas imagens. Portanto, não basta compartilhar a foto que você encontrou por lá dando crédito, você precisa conferir se aquela imagem está liberada para compartilhamento.

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | Imagens do Flickr

Na lateral inferior direita de cada foto você encontra o tipo de licença que se aplica a ela. No exemplo da imagem acima, trata-se de uma foto All rights reserved, ou seja, você não pode reproduzí-la de maneira nenhuma. Mesmo que a imagem esteja liberada para compartilhamento, você deve verificar qual é a sua categoria dentro do Creative Commons (basta clicar em cima do link informado no site e conferir a sua breve explicação). A categoria Attribution-NonCommercial, por exemplo, permite que você compartilhe a imagem, dando o devido crédito, desde que não a use para fins comerciais.

Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) | Respeite o mundo das ideias

Vale lembrar que essa mesma filosofia do crédito amigável usada para as imagens, vale também para o mundo das ideias. Isso quer dizer que, é simpático e recomendável que você indique de onde tirou a inspiração para produzir determinado conteúdo (seja ele um texto, uma colagem, uma foto, uma tag, um freebie etc.), caso ela tenha vindo de fontes externas. 

E o mais bacana é que TODO MUNDO sai ganhando com esse cenário: a fonte original ganha o reconhecimento pelo seu trabalho (quem não gosta de saber que está impactando positivamente a vida de alguém, certo?); você ganha mil pontos de credibilidade e transparência com o seu público; e os seus seguidores ganham um universo de informação e novas referências.

(Além do mais, eu costumo dizer que a internet é uma cidadezinha de interior, onde todo mundo sabe o que todo mundo anda fazendo. Não se iluda achando que, não dando crédito, você está se apropriando de ideias e fontes secretíssimas. Tá todo mundo vendo e achando feio.)

 Como Creditar Imagens (e ser uma pessoa mais legal) |é bom esclarecer

Queria destacar aqui que a minha intenção com esse post não é me posicionar como credit police. Cada um lida com essa questão da maneira que melhor lhe convém: creditar ou não creditar é uma escolha pessoal e eu não estou aqui para dizer como você deve “arrumar a sua casa”. A ideia desse post é ajudar quem está um pouco perdido no assunto e quer tornar a internet um lugar mais amigável e menos hostil com os produtores de conteúdo.

Lembro também que dar o devido crédito para imagens e ideias não nos isenta de ter que retirar o conteúdo do ar, caso esse seja o desejo do autor. Por isso, no melhor dos mundos, além do crédito explícito e direto, o ideal é que a gente tenha também uma autorização dos responsáveis."

 

Fonte: http://naomemandeflores.com/como-creditar-imagens-e-ser-uma-pessoa-mais-legal/

seta

II Festival Alagoano de Coco de Roda

02/07/2018 03:21

II Festival Alagoano de Coco de Roda

            No período de 23 a 30 de junho/18, na praça multieventos-Pajuçara, aconteceu o II Festival Alagoano de Coco de Roda, promovido pela Secult em parceria com a Liga dos Cocos Alagoanos (Licoal).

             O festival teve a participação de 16 grupos de coco de roda, além de grupos convidados que não competiram. O grande público formado por torcidas organizadas, por admiradores da cultura popular alagoana e turistas, vibrou, torceu e se  emocionou com  show de ritmos e cores de cada grupo que se apresentou na arena, cada um com tema diferente,  um  mais lindo, mais eletrizante que outro.  

             O grupo Xique-Xique, do bairro Jacintinho, teve a preferência do corpo de jurados e venceu a segunda edição do festival, com o tema: O som que vem das senzalas. Foi uma disputa acirrada, todos integrantes se entregaram de corpo e alma nas apresentações. Os demais classificados foram:  o grupo, Reis do Cangaço,  2º colocado; o Reviver, em 3º; o Sensashow em 4º; o Los Coquitos em 5º e Paixão Nordestina em 6º lugar. 

            Descobri por acaso esse belo espetáculo da cultura popular nordestina, foi pouco divulgado além de concorrer  com as apresentações de palco de grupos e cantores famosos das festas juninas realizadas no bairro Jaraguá. Outro ponto a considerar foi o tímido espaço para o público que se espremia nas arquibancadas. Mas valeu a pena, registrei alguns movimentos das apresentações dos  grupos. Confira!

 

seta

I Fam Press Brasil Praia Bonita Natal - RN

12/06/2018 21:51

Praia Bonita Resort Conventions & Spa, convidou  cerca de 150 profissionais entre,  Colunistas Sociais, Jornalistas, Influenciadores digitais e Trade turístico  para o seu I Fam  Press Brasil,  que ocorrerá no período de  15 à 18 de junho/18.  Na programação site inspection, destino, cultura, lazer e entretenimento e a gastronomia local. 
A diretora de marketing do Praia Bonita, Viviane Guimarães, com apoio da colunista social alagoana, Aninha Monteiro, por quase três meses trabalhou  na elaboração dessa seleta  lista de convidados contemplando importantes e renomados representantes de todo Brasil e do exterior. De Alagoas estão confirmadas as presenças da colunista, Presidente da ABRACONE e Vice-presidente da ABRACOS, Ana Monteiro; do fotógrafo, blogger e colunista, Hugo Taques (Eu);  do jornalista, digital influencer e apresentador de TV, James Silver; da jornalista, colunista e escritora, Zenita Almeida e da jornalista e apresentadora de TV, Bárbara Santiago. 

Localizado próximo a Natal e  Pipa, na paradisíaca Praia de Camarupim, entre o mar e a lagoa, no município de Nísia Floresta-RN, o Praia Bonita Resort Conventions & Spa, pretende surpreender e encantar seus ilustres convidados com suas lindas instalações e belezas naturais. Na sexta-feira (15), numa noite de gala, com presença da diretoria italiana, haverá um jantar de boas vindas com espetáculo temático: Brasil Ritmos & Encantos acompanhado da banda Ipod.  Passaremos a conhecer o sistema ALL INCLUSIVE, implantado recentemente, com  bebidas nacionais e importadas, churrascos, rodízios de pizza, petiscos, sobremesas, chá das cinco. Os clientes ALL INCLUSIVE desfrutarão de uma área reservada com lindas suites masters, jacuzzi e piscina privativa. Com 150 apartamentos modernos e aconchegantes  o PRAIA BONITA fica  apenas 35km de Natal, apenas a 10km do maior cajueiro do mundo. Além da localização privilegiada no litoral sul,  dispõe ainda de uma piscina de 187 metros de extensão e uma área de 1.200m², o tamanho de quase 04 piscinas olimpicas, e sem dúvidas uma das maiores piscinas do país. Essa maravilha acompanha o cliente por todo o Resort, " ... sempre dizemos que diferentemente de muitos resorts onde o cliente vai até a piscina, no Praia Bonita a piscina vai até o cliente!" fala toda orgulhosa a gerente de marketing, Viviane Guimarães.

Os convidados terão a imprensa local,  paparazzis  e drones para   registrar seus  melhores momentos nesses 4 dias de extensa programação, com passeio de buggy, trilha ecologica, passeios pelas praias, atividades esportivas e culturais, etc.                                                                                                                                                                                                       

De malas prontas, baterias carregadas e cartões formatados, estou pronto para mais essa  "dura jornada de trabalho" para  conhecer e registrar os mais lindos lugares do nordeste.  Na bagagem de volta, novos e maravilhosos amigos, lindas fotos e muitas histórias  pra postar em nossas redes sociais.                                                                                                   

Antecipadamente ja agradeço o convite e até breve!!!

Confira algumas imagens do destino.

(fotos divulgação)

 

seta

Noite Luso-brasileira e Troféu Camões

05/06/2018 23:54

O empresário e produtor cultural, Valentim Ribeiro, português naturalizado brasileiro, que há muito vem contribuindo para a integração artístico-cultural, das nações irmãs,  estará promovendo no próximo dia 09 de maio (sábado), à partir das 20h no Hotel Best Western Premier, a X edição da Noite Luso-brasileira e a III do Troféu Camões.

O evento faz parte das comemorações, em vários países, do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas (10 de junho).

A programação musical está recheada de fados, de canções portuguesas e brasileiras, nas vozes de Madalena Oliveira e Madalena Rodrigues, com participação especial do grande violonista, Geraldo Benson e do talento da  dupla Divina Supernova com suas belíssimas releituras de clássicos do pop-rock e da MPB.

Já a gastronômica é de dar água na boca; será oferecido  entradas de frios , pães e patês e o jantar inclui seis  tipos de pratos quentes com o famoso Bacalhau Português, além de carnes e frangos. De sobremesa, pastel de nata,  pudim de leite e outras delícias.

Uma comissão  acompanha anualmente as  produções artístico-culturais e jornalísticas do estado e após rigorosa análise, dentro de critérios estabelecidos,  seleciona e premia alguns autores/artistas  com o belíssimo e desejado Troféu Camões. Nesta III edição terei a honra de ser  homenageado pelo meu trabalho como fotógrafo.

 

 

seta

Primeira Edição © 2011