Música ao vivo na UCCLA com a Banda Kafé Kafé

26/11/2021 19:50

A- A+

Assessoria de Comunicação

compartilhar:

Dando seguimento aos concertos musicais ao vivo no auditório da UCCLA, vai subir ao palco a Banda Kafé Kafé, difundindo Moçambique e a sua cultura. Não falte, é no dia 3 de dezembro, às 20 horas.

Na ocasião poderá saborear as diversificadas iguarias de Edgar Bragança e da sua Comida com (C)Alma e conhecer melhor o artesanato da JAUA.

A entrada tem o valor de 7,50€ e o pagamento poderá ser feito por MBway através do número +351 939 358 707, com a respectiva identificação. Caso não tenha MBway, poderá enviar um email para anabela.simao@uccla.pt a solicitar a reserva e o pagamento será feito à entrada do concerto.

NOTA: A entrada requer a apresentação de Certificado Digital Covid ou apresentação de teste com resultado negativo, para além da utilização da máscara.
 

Banda Kafé Kafé teve origem em Portugal. Oriunda da banda Trópico que, no ano 1990, dá lugar à banda Kafé Kafé que segue o projeto iniciado em Moçambique, pela família Deep. O desejo de continuar a divulgar tanto quanto possível a música de Moçambique e a sua cultura com os três músicos que compõem a banda, atualmente, levando a todos as maiores e melhores alegrias e momentos de lazer e prazer com um grande Kanimambo!

Conheça mais sobre a Banda Kafé Kafé no link https://www.facebook.com/Kaf%C3%A9-Kaf%C3%A9-1543896109209740/?ref=page_internal 

Veja e ouça a Banda Kafé Kafé no Mercado da Língua Portuguesa, no dia 23 de julho de 2021, através do link https://www.youtube.com/watch?v=aJWBgH1Tfvk 
 

O chef Edgar Bragança e a sua World Masala - Comida com (C)Alma apresenta comida exótica caseira oriunda de 12 regiões do mundo, como Brasil, Goa, Índia, Indonésia, México, Moçambique, Nepal, Paquistão, entre outros. As iguarias são diversas como chamuças, achares (picle indiano), paparis, sementes digestivas, chutney verde (de Goa), acepipes, bebinca, entre outras.

http://www.worldmasala.pt/ 

Há cerca de 6 anos, a gestora Ana Lima resolveu dedicar-se à costura - aprofundando os seus conhecimentos na Lisbon Scool of Design, Modatex e Escola de Moda de Lisboa - e nasceu a marca JAUA, uma marca moçambicana que trabalha com as famosas capulanas (pano tradicional). JAUA é o nome dos membros da tribo, no norte de Moçambique (Niassa), a que pertencia a avó paterna de Ana Lima. A cultura matriarcal da tribo inspirou-a, a mulher como pilar, a força da tribo. A marca JAUA pretende valorizar a silhueta de todas as mulheres que desejem ter um visual único, com peças de roupa produzidas a partir das suas medidas, valorizando a sua imagem.

https://www.jaua.online/ 
https://www.facebook.com/profile.php?id=100012517479774 
https://www.instagram.com/jaua_atelier/ 

 

Anabela Carvalho

Assessora de Comunicação 

 

Primeira Edição © 2011