Renan Filho transmite cargo de governador a Otávio Praxedes

17/05/2018 15:50

A- A+

Agência Alagoas

compartilhar:

O governador Renan Filho transmitiu o cargo para o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), Otávio Leão Praxedes, nesta quinta-feira (17), durante solenidade no Palácio República dos Palmares, com a presença de representantes do poder judiciário, políticos e secretários de Estado. O desembargador fica à frente do Executivo alagoano até 26 de maio, período em que o governador estará em férias. 

"Otávio é uma pessoa muito serena, tranquila e certamente preparada para conduzir o Estado nesses dias em que estarei ausente”, declarou o governador. 

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas assume o governo por conta dos impedimentos eleitorais do vice-governador Luciano Barbosa e do presidente da Assembleia Legislativa, Luiz Dantas Lima. A linha sucessória constitucional estabelecida em Alagoas determina que o vice-governador deve substituir o governador em caso de impedimento ou na hipótese de vacância do cargo. Depois dele, deve assumir o presidente da Assembléia Legislativa.

Otávio Praxedes adiantou algumas agendas que pretende cumprir nesse período como governador em exercício. Uma delas é uma visita às obras do Hospital Metropolitano, que está sendo construído no bairro do Tabuleiro do Martins. 

“Já acertei com o governador para visitar órgãos e titulares que tenham relação com o poder judiciário, a exemplo da Polícia Militar, Conselho Estadual de Segurança (Conseg) e Detran. Em paralelo, quero vistoriar a maior obra física que o Estado está realizando, que é o Hospital Metropolitano”, disse.

Na presidência do Tribunal de Justiça quem responderá pelo cargo nesses dez dias é o desembargador Celyrio Adamastor Tenório Accioly, atual vice-presidente da Corte. 

Renan Filho garantiu que deixa o Estado em ordem para o exercício do governador interino. “Alagoas está com as finanças em ordem e políticas públicas funcionando. Então saio tranquilo para esse período de descanso, para recarregar as baterias e retomar a serenidade máxima para conduzir Alagoas”, finalizou.

Primeira Edição © 2011