A transparência em números

26/01/2015 09:25

A- A+

Redação

compartilhar:

Durante o biênio 2013/2014 o Senado criou, sem custo algum, uma unidade que trabalha para responder as demandas dos jornalistas de todo o País. De lá saem informações oficiais sobre todos os questionamentos da imprensa, sejam eles referentes a gastos, licitações, contratos, pessoal, investimentos, enfim, qualquer informação solicitada.

As perguntas, em sua grande maioria, são enviadas por correio eletrônico ficando, portanto, cadastradas e as respostas são fornecidas no mesmo dia, na agilidade e velocidade que os veículos de comunicação, notadamente aqueles com sítios na internet, necessitam.

A demanda sempre foi superlativa. Em 2013, apenas via email, foram atendidas 300 solicitações de jornalistas que exigiram pesquisa, sistematização e redação. Só para ser ter uma ideia no primeiro mês de funcionamento do serviço – agosto de 2013 – chegaram ao Senado 94 questionamentos que nunca se restringem a uma ou duas perguntas. Cada mensagem recebida pelo Senado incluem entre 5 a 10 perguntas.

O recorde seguinte foi verificado em novembro do mesmo ano com 90 demandas. Em 2013, em apenas quatro meses, foram 300 requisições feitas através do email da assessoria de imprensa. Se acrescentarmos a estes os pedidos de informação feitos por telefone, teremos outras 300 ligações buscando informações para matérias jornalísticas, o que atinge um total de 600 atendimentos a diversos veículos entre os meses de agosto a dezembro de 2013.

Em 2014, em virtude da Copa do Mundo e das eleições, que provocaram um recesso branco no Congresso, foram respondidas 310 solicitações feitas através do correio eletrônico e outras 299 demandas feitas pelo telefone. Neste setor não há demora e nem perguntas sem respostas, exceto, repito, aquelas que cujos sigilos são protegidos por lei.

Já na Lei de Acesso à Informação em 2013/2014 foram recebidas 2.089 solicitações de informações, o que representa uma média aproximada de 95 solicitações por mês. Em 2013 foram 1.322 pedidos de informações, com média de 110 pedidos mensais. São dados estatísticos, numéricos, de que o Senado Federal é hoje a instituição mais transparente do Brasil.

Primeira Edição © 2011