ASA faz gol relâmpago e vence o CEO por 2 a 1 na abertura do Alagoano

Alvinegro abriu o placar a um minuto do primeiro tempo com o meia Danilo Baia

14/01/2012 14:46

A- A+

Marcelo Alves

compartilhar:

 

O ASA deu sinais de que iria golear o CEO, uma vez que o time fez gol relâmpago a um minuto de jogo, mas venceu o jogo por 2 a 1. O Alvinegro abriu o placar a um minuto de jogo com Danilo Baia, mas depois passou sufoco na partida e acabou cedendo o empate ainda no primeiro tempo após falha do goleiro André Zandoná, após chute de Danilo Souza do CEO. No segundo tempo, a equipe arapiraquense acordou como na etapa inicial tratou de ir logo fazendo o gol. Só que dessa vez foi aos 15 minutos, com Lúcio Maranhão. 

1º TEMPO – O ASA, atual campeão alagoano, iniciou a partida fazendo um gol relâmpago, a minuto e cinco segundos. Vitinha cobrou falta pelo lado esquerdo e Danilo Baia subiu entre os zagueiros alvinegros e desviou para o fundo da rede.

Após o gol, o jogo ficou truncado, com muitos erros de passes e diversas faltas. O segundo melhor lance do ASA só aconteceu, aos nove minutos, pelo lado esquerdo com Vitinha. O improvisado lateral-esquerdo, recebeu bola no flanco do campo adversário, avançou e cruzou para Lúcio Maranhão. Atento, o goleiro Humberto subiu e fez a defesa.

A resposta do CEO veio aos doze minutos, em cobrança de escanteio no chamado segundo pau da trave. O goleiro André Zandoná saiu da pequena área para tentar tirar a bola que ia em direção da cabeça do atacante Pítolo, que não conseguiu alcançá-la. Aproveitando a falha do goleiro do ASA, Pítolo escorou para o gol, mas Chiquinho, em cima da linha, impediu que a bola entrasse.

Aos 16 minutos, o goleiro André Zandoná afastou a bola de Júlio Tatu. No rebote, a bola ia sobrando para Neto Bala, mas o goleiro do Alvinegro se jogou com os pés para impedir que o jogador do CEO chegasse primeiro e acabou atingindo as pernas do adversário. O árbitro Charles Hebert estava em cima do lance e não marcou pênalti. Os jogadores do CEO partiram para cima árbitro para reclamar penalidade.

Minutos depois, o ASA quase chegou ao segundo gol. Thiago desceu pela direita e tocou para o meio da pequena área em direção a Lúcio Maranhão que escorou a bola para o gol. Atento, Humberto fez grande defesa.

Aos 35 minutos, Lúcio Maranhão penetrou na grande área, pelo lado esquerdo, e mesmo marcado, conseguiu alçar a bola na área, mas o goleiro Humberto se jogou afastando o perigo. Um minuto depois, Tiago recebeu bola sozinho no meio e tocou de lado para Henri, mas a defesa atenta tirou a bola e afastou o perigo.

2º TEMPO – Aos três minutos, Vitinha recebeu bola dentro da grande área. O lateral-esquerdo sozinho levantou a cabeça como se fosse levantar na área, mas o jogador maneou a bola direto para o gol. O goleiro Humberto batido no lance só ficou olhando a bola ir para fora.

Aos cinco minutos, Danilo Souza faz o gol do empate contando com a falha do goleiro André Zandoná. O meia chutou de fora da área, despretensiosamente. O goleiro tentou encaixar, mas deixou a bola escapar.

Após o gol de empate, o Alvinegro acordou na partida e fez o segundo gol aos 15 minutos com o atacante Lúcio Maranhão

Aos 35 minutos, o atacante Pítolo quase empatou para o CEO. A bola chutada, pelo jogador do CEO, acertou a trave do goleiro André Zandoná. O meia Jorginho tomou amarelo no lance seguinte. Em seguida, Júnior Tatu obrigou o goleiro do Alvinegro a fazer grande defesa.

Aos 44 minutos, Pítolo voltou a assustar a defesa do ASA, mas chutou na rede pelo lado de fora.
 

Primeira Edição © 2011